h1

Shantaram

24/05/2010

Desde 2006, nunca li nada igual a esse trecho do livro Shantaram.

É meu livro preferido, meu trecho preferido e palavras que continuam fazendo sentido, mesmo com 4 anos passados.

É uma história real sobre um australiano que foi viver na Índia! Uma linguagem não muito fácil de ler e, às vezes, acho que só conseguimos entender a história do livro se tentarmos sentir tudo o que se passa com Lindsay.

“As lendas dizem que o ser amado é imediatamente reconhecido porque é amado em cada gesto, de expressão e de pensamento, cada movimento, som e estado de espírito que transparecem em seu olhar. Dizem as lendas que conhecemos essa pessoa por suas asas – que só nós podemos ver – e porque o fato de a querermos elimina qualquer outro desejo de amor. As mesmas lendas alertam que tal amor predestinado pode, às vezes, significar a posessão e obsessão de uma, e apenas uma, das duas almas presas pelo destino. Mas a sabedoria, de certo modo, é o oposto do amor. O amor sobrevive em nós justamente porque não é sábio.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: