Archive for dezembro \10\UTC 2010

h1

História do Natal Digital

10/12/2010

Um dos melhores e mais criativos vídeos que vi ultimamente! Dispensa comentários!

 

Anúncios
h1

A realidade de Camões

06/12/2010

Nunca fui fã de literatura brasileira e portuguesa, até acho que sou assim por ter sido tão obrigada a ler trechos de Camões, Machado de Assis, Guimarães Rosa, Eça de Queirós, Graciliano Ramos e pseudônimos e heterônimos de Fernando Pessoa na escola quando eu ainda tinha uns 12 anos. E além disso, mal entendida o que aquela linguagem tão século passado queria dizer.

Acho isso tão errado! Eu sempre amei ler, amava as aulas de gramática e as tão odiadas análises sintáticas. Amava fazer redação sobre qualquer assunto, mas as aulas de literatura… meu Deus! Eu às vezes desejava estar estudando física e equações do que estar lá. Tinha ódio daquela obrigação de ler livros pelos quais eu não despertava qualquer interesse.

Na 6ª série, tive uma professora de literatura que era o máximo: Rose! Ela, em vez de obrigar os alunos a ler aqueles livros específicos e aterrorizantes, na minha opinião, nos fazia pegar todo mês qualquer livro na biblioteca, lê-lo e depois fazer um resumo em uma ficha pautada como ESSA, que a gente organizava por datas num álbum de fotos. No fim do ano foi muito legal ver meu álbum cheio de fichas com sinopses de histórias de todos os tipos. Eu mantive esse hábito até o final da 8ª série, mesmo que minha professora não fosse mais a Rose.

Foi nessa época que eu peguei gosto pela leitura. Acho que li toda aquela coleção Vagalume, li vários clássicos do Pedro Bandeira, de quem sou fã até hoje. Alguém lembra dos Karas em “A Droga da Obediência“, “Anjo da Morte” e “A Droga do Amor“? Sensacional! Li vários “Harry Potters” e ficava feliz quando conseguia terminar um livro “daqueeeeele tamanhããão” com 12 anos de idade. Com uns 15, li “O Poderoso Chefão“. Livro de gente grande, cheio de palavras difíceis, mas era emocionante. Li biografias, livros de adolescentes tipo Thalita Rebouças entre os brasileiros e Meg Cabot entre os gringos.

Read the rest of this entry ?

h1

Seriados e Rock and Roll!

02/12/2010

Minha paixão por rock and roll e meu vício em seriados não são novidades para todos que me conhecem pelo menos um pouco. Já escrevi mais de 4 posts sobre séries aqui, acho que já deu pra perceber, né?

Essa semana recebi uma mensagem de um amigo no Twitter que dizia o seguinte: “Preciso da ajuda de alguém viciado em séries, melhor ainda, em House, pra eu matar uma curiosidade minha, você se habilita?”

Ué… que mal teria ajudar alguém sobre qualquer coisa relacionada a uma série que eu acompanho episódio por episódio, né? Claro que me “habilitei”! Aí ele:

“Episódio em que o Vogler quer ferrar com o House, bem no final, o House finge tocar piano na mesa… eis que entra o Vogler e acaba com a alegria dele ao desligar o rádio. Você sabe qual é aquela música?”

Apesar de se tratar de um episódio da 1ª temporada (e eu já estou assistindo à 7ª), eu lembrava dessa cena E da música! Pensei: “Putz, é Baba O’Riley do The Who! Que animal!”. E é claro que, antes de dar a resposta ao meu amigo, recorri ao mestre Google e… bingo! Era o mesmo episódio e a música que eu havia imaginado! Mandei pro meu amigo, que ficou impressionado por eu ter conseguido adivinhar com uma “descrição tosca” daquelas, como ele mesmo disse.

Claro que nem sempre isso acontece, mas andei pensando e eu realmente não esqueço de episódios de seriados que tocam músicas que eu gosto de verdade. Eu adoro The Who, e Baba O’Riley é um clássico, não tive como esquecer.

A cena a qual ele se referia é essa:

O vídeo está editado, pois o único que eu encontrei com a cena original não pode ser embedado. Mas é isso! :)

Este fato me inspirou a escrever um post sobre rock and roll e seriados, mostrando algumas cenas de séries que eu assisto que já tiveram um classicão no meio! Ah, e pesquisando para isso, vi que é IMPRESSIONANTE como House é puro rock and roll. Lembro de pelo menos 3 ou 4 cenas dessa série que eu gostaria de colocar nesta seleção… difícil escolher só algumas.

Vamos lá!

Read the rest of this entry ?