Posts Tagged ‘thalita rebouças’

h1

A realidade de Camões

06/12/2010

Nunca fui fã de literatura brasileira e portuguesa, até acho que sou assim por ter sido tão obrigada a ler trechos de Camões, Machado de Assis, Guimarães Rosa, Eça de Queirós, Graciliano Ramos e pseudônimos e heterônimos de Fernando Pessoa na escola quando eu ainda tinha uns 12 anos. E além disso, mal entendida o que aquela linguagem tão século passado queria dizer.

Acho isso tão errado! Eu sempre amei ler, amava as aulas de gramática e as tão odiadas análises sintáticas. Amava fazer redação sobre qualquer assunto, mas as aulas de literatura… meu Deus! Eu às vezes desejava estar estudando física e equações do que estar lá. Tinha ódio daquela obrigação de ler livros pelos quais eu não despertava qualquer interesse.

Na 6ª série, tive uma professora de literatura que era o máximo: Rose! Ela, em vez de obrigar os alunos a ler aqueles livros específicos e aterrorizantes, na minha opinião, nos fazia pegar todo mês qualquer livro na biblioteca, lê-lo e depois fazer um resumo em uma ficha pautada como ESSA, que a gente organizava por datas num álbum de fotos. No fim do ano foi muito legal ver meu álbum cheio de fichas com sinopses de histórias de todos os tipos. Eu mantive esse hábito até o final da 8ª série, mesmo que minha professora não fosse mais a Rose.

Foi nessa época que eu peguei gosto pela leitura. Acho que li toda aquela coleção Vagalume, li vários clássicos do Pedro Bandeira, de quem sou fã até hoje. Alguém lembra dos Karas em “A Droga da Obediência“, “Anjo da Morte” e “A Droga do Amor“? Sensacional! Li vários “Harry Potters” e ficava feliz quando conseguia terminar um livro “daqueeeeele tamanhããão” com 12 anos de idade. Com uns 15, li “O Poderoso Chefão“. Livro de gente grande, cheio de palavras difíceis, mas era emocionante. Li biografias, livros de adolescentes tipo Thalita Rebouças entre os brasileiros e Meg Cabot entre os gringos.

Read the rest of this entry ?

Anúncios